Informação Home Contactos Mapa do Site
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Calendário
Ligações

Piscinas Municipais
Serra d'Arga
Caminho de Santiago
Aves de Portugal - Estuário do Rio Minho
Património Natural


 

Fauna e Flora

A Serra d'Arga apresenta uma elevada biodiversidade, onde a fauna, a flora, os fatores climáticos, e a fraca influência do homem, contribuem para que a Serra d'Arga mantenha um rico e diversificado património natural. Neste espaço natural podemos encontrar uma diversidade de tipos de paisagem, locais ideais para a observação de espécies, para a vivência de experiências no contacto com a natureza, como são: os Campos de Cultivo, a Floresta Produtiva e Bouças, a Floresta Ripícola, os Matos e Charnecas e as Turfeiras.

 

Campos de Cultivo

A paisagem agrária das "Argas" identifica-se com a típica estrutura parcelaria da região do Alto Minho, onde predominam as terras de cultivo em socalcos.

Das diversas culturas ainda produzidas pelos agricultores da serra, que contribuem para a manutenção da flora autóctone, destacam-se: as forragens, o centeio, o milho, e os produtos hortícolas . Destacam-se ainda as comunidades de musgo e líquenes, plantas e fetos, com o seu importante papel de abrigo a uma fauna muito diversificada.

 

Floresta Produtiva e Bouças

Dentro da variedade de espécies e ecossistemas existentes na Serra d'Arga poderá descobrir a Floresta Produtiva e as Bouças.

As bouças assemelham-se a bosques onde proliferam inúmeras e importantes espécies da flora original de Serra d'Arga como: o Carvalho, o Castanheiro (Castanea sativa), entre muitas outras espécies. As bouças são ainda habitats ideais para diversos animais: como o Toirão (Mustela putorius), o Esquilo-vermelho (Sciurus vulgaris), e diversos pássaros.

Na floresta produtiva poderá observar o pinheiro-bravo, o Pinheiro Manso (Pinus pinea), o Sobreiro (Quercus suber), o Carvalho Comum (Quercus robur), entre outras espécies. É nestes habitats que muitas espécies animais encontram abrigo e alimento: como a raposa (Vulpes vulpes), o Javali (Sus scrofa), entre muitas outras espécies.

 

Floresta Ripícola

A floresta ripícola depende da humidade do solo, guardando no seu meio uma elevada diversidade de espécies, como o Salgueiro (Salix atroccinera), Azevinho (Ilex aquifolium), Feto-real (Osmunda regalis), entre outras.

Neste habitat diversas espécies de animais selvagens, muito dependentes da humidade e da presença de água, tais como: a Rã Ibérica (Rana iberica), a Rã Verde (Rana perezi), a Toupeira-de-água (Galemys pyrenaicus), e a Truta-de-rio (Salmo truta), podem ser observados.

 

Matos

Os matos da Serra d'Arga constituem um ótimo habitat, para o Coelho Bravo (Oryctolagus cuniculus) e como local de alimento para a raposa (Vulpes vulpes

Nos matos da Serra d'Arga, predominam espécies como o Tojo, a Urze (Calluna vulgaris), a Carqueja (Chamaespartium tridentatum), e nas ravinas e linhas de água surgem as giestas (Cytisus scoparius) e a Urze Branca (Erica arborea).

 

Charnecas e Turfeiras

Nos extensos planaltos da serra d'Arga, a partir da cota de 600 metros, onde se encontram as Chãs, encontramos espécies de elevado valor ecológico.

É nesta área de charnecas e turfeiras, afastada da ação quotidiana do homem que se encontram os habitates do Lobo-ibérico (Canis lupus signatos) e o Garrano (Equus caballus).


 
Caminha Turismo 2010, Todos os Direitos Reservados : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :